Liliana Viana

Archive for the ‘Sem categoria’ Category

Muitas pessoas têm dificuldades de virar a página, esquecer, deixar o passado para trás. Geralmente são as mulheres que mais sofrem e não conseguem esquecer com facilidade.

A dor, a mágoa, a tristeza e lembranças do passado assolam a alma e os novos relacionamentos se tornam conturbados, frustrados e até impossíveis de prosseguir ou até mesmo de começar.

VIRE A PÁGINA!

Isto mesmo, já passou da hora de VIRAR A PÁGINA!

Às vezes aquilo que lemos não era o esperado, trouxe dor. Outras, o conteúdo era ótimo, mas não foi o tipo de “leitura aprovada pelo AUTOR”. Assim, muitas resolvem fechar o livro, mas não viram a página. Outras fazem apenas o gesto de virar, sem no então sair daquela leitura. Não conseguem prosseguir. Ou porque elas estão agarradas a página virada, ao passado, ou por temerem que a próxima seja tão ruim quanto, ou por não acreditarem que será tão boa quanto ao que ficou pra trás.

Independentemente do conteúdo já lido, você só saberá o que encontrará nas próximas páginas de um livro se continuar a leitura. Aventure-se! Mas, com critério. Avalie! Passa batido se não for bom. Detenha-se quando encontrar conteúdo de qualidade, aprovado para uma garota cristã.

Então, VIRE A PÁGINA e continue sua leitura.

Mas, desta vez, convide O AUTOR para te conduzir até a página do “E VIVERAM FELIZES PARA SEMPRE”.

Permita que Jesus conduza a sua história. Ele é o AUTOR. Eu e você somos apenas páginas em branco.

Separamos Comunidade Negra, Orientais, Brancos, etc, como se não fôssemos todos iguais.

Qual a explicação para tanta segregação?
Nos achamos diferentes?

Um ou outro grupo é inferior ou se acha superior?

Para que questionar?

Para abrirmos nossas mentes e refletirmos sobre tudo que esse estúpido conceito de segregação já gerou na história da humanidade.

Sim, humanidade. Esse deveria ser o nosso discurso. Nossa origem é única e está em Deus.

Para que?

Para que de corações abertos possamos refletir sobre posturas inadequadas, preconceituosas, sobre acontecimentos em nossa história que jamais deveriam ter ocorrido, e assim, jamais repeti-los.

Qual é o porquê de tanta SEGREGAÇÃO?

CONVIVÊNCIA ENTRE GERAÇÕES: UM CELULAR???

DIA DESTES a minha sobrinha neta JÚLIA pegou uma colher de sorvete, colocou junto ao ouvido e a boca, e em seguida começou a falar.

Tia Lili: Que legal Júlinha! Esse é o seu celular? Está falando com quem?

Júlinha: Tia Lili isso não é um celular é uma COLHER.

Imaginem a minha cara!!!

kkkkkkkkk

Estou a porta e bato. Se você abrir, estarei contigo.

Por que insistes no Toc Toc? Sou tão criança ainda, tenho muito pra brincar.

Abro outra porta e em fuga corro pela rua até chegar ao parque.

Que alegria!!!
Salto, dou pulos de satisfação.
Quantas coisas animam minha alma infantil! Quantos brinquedos a curtir!

Pula-pula, escorrega, peteca, bolas pequenas e grandes, até o lindo balão que vejo voar no céu, levando junto a minha imaginação….

Lá do alto, olho pra baixo e vejo a bela vida como uma gostosa diversão, cheia de sonhos, de pirulitos, picolés, no colorido algodão doce, e como um lindo carrossel com seus cavalos que me levam a girar num círculo sem fim, entre altos e baixos. Assim, eu prossigo com sorriso largo e aberto na gostosa brincadeira de viver, de sonhar, de ser feliz….

O vento sopra. No relógio os ponteiros não param de andar, e o tempo teima em correr….

Como a pipa voada, sem nenhuma precisa direção, a vida me leva para o futuro incerto, sem definição.

TOC, TOC!
Ele insiste à porta.

Não, não me preparei. Não quero abrir.

Entrei na fase das incertezas e indefinições.

O que quero ser quando eu crescer?
Mas, já me sinto grande. Grande para tomar minhas decisões. Grande para saber o que quero. Será que sei ou será que quero?

Por que tenho que decidir?
Eu só quero me divertir. É cedo pro amanhã.
É cedo para decisões.

Deixa eu continuar nessa descoberta fantástica do viver, das emoções, dos amores que fazem bater o coração.

Deixa eu continuar….
Continuar a sonhar, a voar nas asas da minha imaginação…
Eu posso.
Eu quero.
Eu vou.

O mundo me aguarda.
Eu guardo o mundo em meu coração.
Vou dominá-lo!
Vou conquistá-lo!

Por isso me coloco na linha de partida, como um atleta pronto para o sinal de largada.
Vou correr. Vou vencer.
E a largada foi dada…

E, mais uma vez o vento sopra. No relógio os ponteiros não param de andar, e o tempo teima em correr….

Continuo a ouvir o toque na porta do meu coração: TOC, TOC!

Por que tanta insistência?
Não percebes que não tenho tempo pra ti.

A juventude me aguarda.
Com ela projetos, amigos, amores, viagens, conquistas, festas e muita diversão.

TOC, TOC!

CHEGA!!!! Não quero mais ouvir.

Olho pelo buraco da fechadura.
Seus olhos são firmes e meigos. Seu rosto tem uma paz inexplicável. Seus fortes braços transmitem segurança. Olho para suas mãos…
Que marcas são essas?

Por um instante penso em abrir a porta, pois um sentimento de quietude inundou a minha alma.

Mas, derepente me recordo do vôo do balão e vejo lá do alto a vida como uma gostosa diversão.

TOC, TOC! Mais uma vez Ele insiste e diz: se você abrir viverei em ti.

Meus olhos mereçam e respondo:
– Não posso Senhor. Estou participando de uma fabulosa corrida da vida, se eu parar não vou poder o mundo conquistar. Quem sabe outra hora.

E o vento volta a soprar… ATÉ QUANDO?
E o TOC, TOC! ATÉ QUANDO?

Um dia o ponteiro do relógio vai parar de girar.

TOC, TOC!

Eis que estou à porta, e bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo.
Apocalipse 3:20

Hoje, se ouvirdes a sua voz, não endureçais os vossos corações.
Hebreus 4.7b

Quantos hoje não comeram nada?

Agora, exatamente agora, estão debaixo de uma marquise, ou jogados no chão de uma praça, sob a luz das estrelas.

O Dia se finda. E estes não encontraram um abrigo, um sorriso, um abraço, e nem um pedaço de pão.

Como podem encontrar o caminho? Como podem conhecer o Deus que é o pão da vida se eu e você deixarmos pra depois? Depois quando der. Depois quando eu tiver. Depois quando eu quiser.

A noite se finda. Lá fora caminha uma multidão, sem forças pra prosseguir, sem a luz de Cristo enxergar.

É agora. O nunca não faz parte dos planos do Deus que se chama Já.

(Liliana Viana,  em 20 de junho de 2019)

 


Visite meu outro BLOG

POR CAUSA DA FLOR. Essa é uma simples estória de uma lama, que morou perto de uma flor e adquiriu o seu perfume. Que sejamos contagiados pelo aroma de Cristo. DEle somos o Bom Perfume.
http://porcausadaflor.wordpress.com/

REFLEXÃO

Quando nos deparamos com a escolha de caminhos, a questão não é: Isto é bom ou mau? É útil ou nocivo? Não; a pergunta deve ser: ‘Isto é do mundo ou de Deus?’ Uma vez que só há este conflito no universo.

(Watchman Nee)

A BÍBLIA EM AUDIO

A Palavra de Deus para aqueles que não podem ler ou enxergar, e para os que desejam ouví-la no carro ou em momentos de comunhão a sós ou em família. Narrada pelo Pastor Paulo Castelan, editada em 2001, com texto ACF da Sociedade Bíblica Trinitariana do Brasil. (Clique na Imagem)

%d blogueiros gostam disto: