Liliana Viana

Archive for the ‘Ministério’ Category

Amanheceu!

Depois de uma calma noite de muita paz, estrelas e lua brilhante, a chegada de um novo dia trás novos ventos. Esse vento começa a soprar mais forte e minha alma se enche de pavor.

A vela de meu barco toma novo rumo, segue para um destino desconhecido que não sei o que encontrar.

 

 

Temo!!! Como desembargar em outro porto, no escuro de um novo anoitecer?

Tento remar contra o vento. Não consigo.

Tento remar contra o medo. Sem alento.

Sinto-me só. Olho para os lados, não encontro abrigo. Parece que o Senhor está a dormir. Exclamo:

– Mestre, porque dormes enquanto meus sonhos perecem, minha vida está a ruir?

O Mestre sorri, pois não estava a dormir, e responde:

– Porque temes? Se eu estou aqui. Esquecestes-te que Sou o Dono deste barco, Sou o Dono deste mar e Sou o Dono de todos os portos? O vento fui eu que mandei. Às águas de outros mares fui eu que te enviei. Simplesmente confie!

O mar se aquieta e o barco segue agora para uma direção desconhecida. Meu coração se aquieta também na certeza que Ele está no leme e seja aqui ou acolá, conosco o Senhor está.

(Liliana Viana, em 23/06/2017)

Imagem cedida pela Freepik

Muitos são os traumas causados em nossas vidas que adoecem nossa alma.
A Rejeição é a causa de pequenos e grandes distúrbios na vida de muitas pessoas

As fontes da rejeição são no lar, na escola e na sociedade. E as que causam maior trauma têm com ofensor uma figura de autoridade: pai, mãe, professor, pastor, padre, um chefe, um líder.
É sabido que uma das necessidades básicas na vida do ser humano é o amor. A ausência dele tem gerado uma sociedade com grandes desequilíbrios. A rejeição nada mais é do que a negação do amor. E, quando isso ocorre na infância, quando ainda não temos maturidade suficiente para lidar com a questão, os estragos emocionais podem ser devastadores.
Muitos chegarão a fase adulta cheios de traumas, complexos, autopiedade, e vários outros desajustes.
Muitos, carentes de amor, vão buscar de alguma forma substituir o afeto que lhes foi negado.
Nessa busca, os caminhos escolhidos geralmente não serão os mais apropriados, os que realmente vão poder preencher a laguna em aberto.
Alguns, ainda na adolescência buscarão de forma compulsiva em vícios de uma forma geral: drogas, álcool, sexo e até em  relacionamentos doentios.

Algumas coisas precisam ficar claras àqueles que sofreram rejeição:

  • Ausência de amor só pode ser preenchida com o próprio amor.
  • É necessário reconhecer que a alma está doente e precisa de cura
  • Será preciso perdoar para ser curado.
  • Procure ajuda. Pode ser psicológica e muitas vezes somente a espiritual irá ajudar.

Em outro momento continuaremos essa conversa.

Jacó (Israel) quando foi morar no Egito e reencontrar José tinha uma descendência de 70 almas (incluindo a família de José).
Era uma grande família, mas não como a areia do mar como prometera Deus.
Passados 17 anos ele estava velho e doente com os seus 147 anos.
Seus olhos não podiam mais ver direito.
Contudo, ele estava convicto que Deus faria dele uma grande nação.
Isso se chama fé.

Jacó sabia que estava morrendo e que seus descendentes ainda não eram como as estrelas do céu. Mas, Ele sabia quem Deus é.
Sua fé não estava firmada nele, nem no filho governador do Egito, ou em algum de seus descendentes.
Ela estava firme no seu Deus, aquele que é fiel para cumprir o que prometeu.

Que os nossos olhos, que humanamente não podem enxergar o que Deus está para fazer, possam ser iluminados pelo Espírito de Deus para com os olhos da fé enxergar o Deus que era, que É e que há de ser: O Todo Poderoso habita entre nós e cuida do seu povo.

José tinha 17 anos quando foi vendido por seus irmãos. Ficou na casa de Potifar, depois foi para prisão e deve ter ficado ali uns 12 anos. Aos 30 tornou-se Governador do Egito. Muito tempo de espera. Muito tempo na prisão.
Mas, Deus era com ele renovando sua fé. Ele sabia em quem cria.

Que possamos crer que, independente do tempo, Deus não perde o controle de nada.
Ele virá em nosso socorro.


Visite meu outro BLOG

POR CAUSA DA FLOR. Essa é uma simples estória de uma lama, que morou perto de uma flor e adquiriu o seu perfume. Que sejamos contagiados pelo aroma de Cristo. DEle somos o Bom Perfume.
http://porcausadaflor.wordpress.com/

REFLEXÃO

Quando nos deparamos com a escolha de caminhos, a questão não é: Isto é bom ou mau? É útil ou nocivo? Não; a pergunta deve ser: ‘Isto é do mundo ou de Deus?’ Uma vez que só há este conflito no universo.

(Watchman Nee)

A BÍBLIA EM AUDIO

A Palavra de Deus para aqueles que não podem ler ou enxergar, e para os que desejam ouví-la no carro ou em momentos de comunhão a sós ou em família. Narrada pelo Pastor Paulo Castelan, editada em 2001, com texto ACF da Sociedade Bíblica Trinitariana do Brasil. (Clique na Imagem)

%d blogueiros gostam disto: