Liliana Viana

Muitos são os traumas causados em nossas vidas que adoecem nossa alma.
A Rejeição é a causa de pequenos e grandes distúrbios na vida de muitas pessoas

As fontes da rejeição são no lar, na escola e na sociedade. E as que causam maior trauma têm com ofensor uma figura de autoridade: pai, mãe, professor, pastor, padre, um chefe, um líder.
É sabido que uma das necessidades básicas na vida do ser humano é o amor. A ausência dele tem gerado uma sociedade com grandes desequilíbrios. A rejeição nada mais é do que a negação do amor. E, quando isso ocorre na infância, quando ainda não temos maturidade suficiente para lidar com a questão, os estragos emocionais podem ser devastadores.
Muitos chegarão a fase adulta cheios de traumas, complexos, autopiedade, e vários outros desajustes.
Muitos, carentes de amor, vão buscar de alguma forma substituir o afeto que lhes foi negado.
Nessa busca, os caminhos escolhidos geralmente não serão os mais apropriados, os que realmente vão poder preencher a laguna em aberto.
Alguns, ainda na adolescência buscarão de forma compulsiva em vícios de uma forma geral: drogas, álcool, sexo e até em  relacionamentos doentios.

Algumas coisas precisam ficar claras àqueles que sofreram rejeição:

  • Ausência de amor só pode ser preenchida com o próprio amor.
  • É necessário reconhecer que a alma está doente e precisa de cura
  • Será preciso perdoar para ser curado.
  • Procure ajuda. Pode ser psicológica e muitas vezes somente a espiritual irá ajudar.

Em outro momento continuaremos essa conversa.

(Pelo Dia Internacional da Mulher 2017)

Nunca o cristianismo viveu tempos mais desafiadores e para alguns desanimadores.

Já enfrentamos perseguições seriíssimas principalmente no inicio da era cristã. Já enfrentamos apatia, esfriamento, mas nunca enfrentamos tanta apostasia, tanta decadência moral como agora. Vivemos tempos difíceis:

A cada nova geração uma descida de degraus

Há quase dois mil anos atrás o apóstolo Paulo já havia alertado o pastor Timóteo que a igreja viveria nos últimos dias tempos muito difíceis.

Texto: 2 Timóteo 3:1-7

Sabe, porém, isto: que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos. Porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos, sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons, traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus, tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela. Destes afasta-te.

Novos modelos de comportamentos e de imoralidade crescente tem confrontado as famílias cristãs:

  • Divórcios
  • Morar junto
  • Leis sobre aborto
  • Casamento homossexual
  • Paradas gays
  • Relacionamento sexual fora do casamento
  • Ficar com muitos e muitas
  • Vestimentas que profanam ao Deus Soberano
  • Corrupção
  • Assassinatos
  • Estupros até mesmo dentro da família
  • Filmes e novelas com violência, comportamentos homossexuais até para crianças.
  • Grupos lutando para liberar a pedofilia
  • A falta crescente de amor
  • E a total desobediência

E o pior, estes comportamentos são vivências comuns até entre os cristãos, aqueles que foram chamados para viver e refletir a imagem de cristo.

E, como ser mulher cristã para esse tempo?

Muitas vezes a vontade será de fugir. E muitas estão fugindo.

Muitas de nós, com medo de enfrentar o monstro, preferem fugir de suas obrigações como mulher cristã.

Quero lembrá-las, rapidamente, da rainha Ester.

O povo judeu estava para ser exterminado. Este monstro era enorme demais para aquela linda mulher. Ela tentou ignorar o fato. Mas, Deus falou através da boca de seu tio Mardoqueu:

Ester 4:13,14

Então Mardoqueu mandou que respondessem a Ester: não imagines no teu íntimo que, por estares na casa do rei, escaparás só tu entre todos os judeus. Porque, se de todo te calares neste tempo, socorro e livramento de outra parte sairá para os judeus, mas tu e a casa de teu pai perecereis; e quem sabe se para tal tempo como este chegaste a este reino?
Se ela não enfrentasse o problema, ir a presença do rei para fazê-lo saber do que estava sendo tramado, os judeus iriam morrer, inclusive ela. O monstro/ o problema se tornaria maior.

Em outras palavras, Mardoqueu estava dizendo: Ester, quem sabe Deus não te colocou nesse Palácio, nesse tempo difícil na vida dos judeus, para manter o Seu povo vivo?

Irmãs queridas, Deus nos colocou para viver em tempos difíceis. E ele quer nos usar para levar a verdade de Cristo ao mundo.

Um fato interessante é que Ester precisou ser lembrada de quem ela era.

Rainha? Não, judia.

Ei Ester, você não é somente uma rainha. Você é judia!!!

Ela não podia se esquecer de que fazia parte de um povo escolhido, separado por Deus. Mais importante do que ser rainha, Ester era povo de propriedade exclusiva de Deus.

Ei você, minha querida irmã, não é somente uma mulher, você é serva!!!

Estamos precisando nos lembrar disto sempre. Hoje festejamos o dia internacional da mulher. Temos muitas lutas a vencer como mulheres. Mas, estamos em uma guerra espiritual e batalhamos ao lado de nosso rei e general. Somos discípulas do Senhor.

Ei querida, lembre-se: mais importante que ser Mulher nos tempos de hoje, você é uma serva de Cristo!!!

Portanto, sirva-O como tal, vivendo não só de palavras, mas de atitudes que condizem a um discípulo do Mestre e Salvador de todos nós: Jesus Cristo.

Jacó (Israel) quando foi morar no Egito e reencontrar José tinha uma descendência de 70 almas (incluindo a família de José).
Era uma grande família, mas não como a areia do mar como prometera Deus.
Passados 17 anos ele estava velho e doente com os seus 147 anos.
Seus olhos não podiam mais ver direito.
Contudo, ele estava convicto que Deus faria dele uma grande nação.
Isso se chama fé.

Jacó sabia que estava morrendo e que seus descendentes ainda não eram como as estrelas do céu. Mas, Ele sabia quem Deus é.
Sua fé não estava firmada nele, nem no filho governador do Egito, ou em algum de seus descendentes.
Ela estava firme no seu Deus, aquele que é fiel para cumprir o que prometeu.

Que os nossos olhos, que humanamente não podem enxergar o que Deus está para fazer, possam ser iluminados pelo Espírito de Deus para com os olhos da fé enxergar o Deus que era, que É e que há de ser: O Todo Poderoso habita entre nós e cuida do seu povo.

José tinha 17 anos quando foi vendido por seus irmãos. Ficou na casa de Potifar, depois foi para prisão e deve ter ficado ali uns 12 anos. Aos 30 tornou-se Governador do Egito. Muito tempo de espera. Muito tempo na prisão.
Mas, Deus era com ele renovando sua fé. Ele sabia em quem cria.

Que possamos crer que, independente do tempo, Deus não perde o controle de nada.
Ele virá em nosso socorro.

Na história dos patriarcas de Israel podemos notar que eles estavam sempre oferecendo sacrifícios a Deus, erguendo um altar em adoração ao Altíssimo, entregando suas ofertas e dízimos como gratidão ao que Deus é.
Que nossas vidas sejam um constante cultuar.

Visite meu outro BLOG

POR CAUSA DA FLOR. Essa é uma simples estória de uma lama, que morou perto de uma flor e adquiriu o seu perfume. Que sejamos contagiados pelo aroma de Cristo. DEle somos o Bom Perfume.
http://porcausadaflor.wordpress.com/

REFLEXÃO

Quando nos deparamos com a escolha de caminhos, a questão não é: Isto é bom ou mau? É útil ou nocivo? Não; a pergunta deve ser: ‘Isto é do mundo ou de Deus?’ Uma vez que só há este conflito no universo.

(Watchman Nee)

A BÍBLIA EM AUDIO

A Palavra de Deus para aqueles que não podem ler ou enxergar, e para os que desejam ouví-la no carro ou em momentos de comunhão a sós ou em família. Narrada pelo Pastor Paulo Castelan, editada em 2001, com texto ACF da Sociedade Bíblica Trinitariana do Brasil. (Clique na Imagem)

%d blogueiros gostam disto: